A mudança de escola pode ser muito difícil para algumas crianças e adolescentes. A insegurança é recorrente nessa situação, e a escola tem o papel fundamental de acolher e ajudar esse aluno novo a se adaptar, principalmente quando a mudança é feita durante o ano letivo. Neste texto, você verá como recebê-los. Acompanhe!

Seja receptivo

Quando uma criança ou adolescente muda de escola, é natural que sinta ansiedade e medo e que transforme essa situação em um bicho de sete cabeças. Nesse momento, a nova escola tem o papel fundamental de ser receptiva e acolhedora para esse novo estudante. Dê apoio ao novato, mostre as instalações da escola e apresente os responsáveis pedagógicos a quem ele pode recorrer em caso de alguma dúvida ou problema.

Apresente alguns alunos

Para ajudar o novato a quebrar o gelo, apresente-o a alunos que tenham um comportamento mais acolhedor e sugira que os veteranos o auxiliem nesse processo de adaptação, incluindo-o nas brincadeiras, nas conversas e nos trabalhos escolares. Essa atitude é ótima para diminuir um possível trauma que a criança possa criar durante a mudança de escola. 

Observe o aluno novo

Quando a criança muda de escola durante o período letivo, é comum que ela demore um pouco para se adaptar, pegar toda a matéria e alinhar o seu conhecimento com o da turma. Por isso, é fundamental que a escola observe se o novo estudante está se comportando adequadamente e se está procurando se atualizar em relação às disciplinas. A conversa com os professores, nesse caso, é indispensável para que eles deem o feedback sobre como o novato está se saindo dentro da sala de aula.

Converse com os pais

O contato com os pais é importante para que eles e a escola estejam alinhados em relação aos assuntos que envolvem a adaptação da criança ao novo ambiente escolar. Faça reuniões com os pais para saber como o jovem tem se comportado em casa e na realização das tarefas da escola, e passe para eles a visão pedagógica sobre o aluno e como ele se comporta enquanto está na escola. 

Comunique os professores

A conversa com os professores também é necessária para que todo o corpo docente esteja ciente de que chegará ou de que há um aluno novo na escola. Assim, eles podem se programar para oferecer mais ajuda e atenção ao novato.

A mudança de escola pode ser mais fácil para o aluno quando a escola se mostra acolhedora e preocupada com o seu bem-estar. Por isso, é importante que a instituição esteja preparada para recebê-lo.

Confira outros materiais que estão em nosso blog.

Como conscientizar as escolas sobre o autismo?

Como manter o foco dos alunos em sala de aula?