No dia 20 de novembro é celebrado o Dia da Consciência Negra em todo o Brasil. A data foi escolhida por ser o dia em que Zumbi dos Palmares, importante nome da resistência quilombola e do combate à escravidão, foi morto. 

O projeto de lei para a criação desse dia existia desde 2003, quando o ensino da história e cultura afro-brasileira foi instituído nas escolas brasileiras, mas foi sancionado apenas em 2011, tornando o dia 20 de novembro o Dia Nacional de Zumbi e da Consciência Negra, ou Dia da Consciência Negra. Hoje, a data é também feriado em parte do país.

Para entender um pouco mais sobre a importância e a necessidade dessa data, vamos explicar neste texto o que eram os quilombos, o que foi o Quilombo dos Palmares e quem foi Zumbi dos Palmares. Confira! 

O que eram os quilombos?

No Brasil colonial, “quilombo” era o nome dado às comunidades formadas por pessoas que haviam sido libertas ou que fugiam do regime de escravidão, seus filhos e famílias. Estas comunidades, geralmente isoladas, abrigavam muitas vezes milhares de pessoas, que dividiam as funções de caçar, plantar, cozinhar e cuidar da segurança de todos. O mais famoso quilombo de que se tem notícia é o Quilombo dos Palmares, onde viveu Zumbi.

O Quilombo dos Palmares

Segundo dados de historiadores, esse quilombo era localizado em uma área onde hoje é o estado de Alagoas, e chegou a abrigar entre 20 e 30 mil pessoas. O relevo da região dava possibilidade à montagem de grandes esquemas de segurança, com buracos, barreiras de palmeiras e armadilhas contra os inimigos, como senhores de engenho, escravocratas e tropas coloniais.

Apesar das várias formas de defesa, o Quilombo dos Palmares sofria ataques de tropas portuguesas e holandesas com frequência. No ano de 1692, mais de 9 mil homens tentaram acabar com a comunidade. Dois anos mais tarde, em mais um ataque brutal, o local foi totalmente arrasado, mas alguns sobreviventes conseguiram fugir; entre eles, Zumbi dos Palmares, o líder do quilombo na época.

Quem foi Zumbi?

Considerado um dos maiores símbolos da resistência na luta dos negros no Brasil, Zumbi dos Palmares foi um líder do grupo de escravizados fugidos e de descendentes de escravos que viviam em quilombos. Não se sabe ao certo informações sobre o local de nascimento de Zumbi e nem como ele foi parar no Quilombo de Palmares, mas historiadores relatam que ele era uma figura muito importante dentro da comunidade quilombola e ganhou status de líder ao demonstrar coragem na defesa contra os colonizadores.

Quando a comunidade quilombola foi destruída em um ataque, em 1694, Zumbi conseguiu fugir e se esconder, mas sofreu uma emboscada. Zumbi foi morto e decapitado pelo capitão Furtado Mendonça no dia 20 de novembro de 1695. Seus corpo foi levado para Recife e exposto em praça pública para que outros escravizados se sentissem intimidados.

Consciência Negra

Com o passar dos anos, a figura de Zumbi dos Palmares se tornou símbolo de resistência e combate à discriminação racial. O dia 20 de novembro é um dia de extrema importância para relembrar as batalhas das comunidades quilombolas e respeitar a luta das vítimas de discriminação e preconceito racial.

Gostou desse conteúdo? Confira outros textos aqui do nosso blog.

Como foi a escravidão no Brasil?

Quem realmente “descobriu” o Brasil?

Conheça o Coach COC e organize seus estudos!

O aplicativo Coach COC é o seu novo parceiro para os estudos! Ele vai te ajudar a organizar a sua rotina e planejar seu dia a dia. Acesse a página do app e baixe agora mesmo!