A escola também é um local onde crianças e adolescentes podem se desenvolver criativamente, de forma crítica  e enquanto cidadãos, de maneira complementar ao que acontece em casa. Apesar de os livros, a didática dos professores e a dedicação dos estudantes serem fatores essenciais para o aprendizado, é preciso saber conciliar os estudos com outras atividades. Existem inúmeras formas de engajar os alunos e mantê-los satisfeitos com o ambiente escolar!

Quem nunca se animou com atividades que vão além do ambiente da sala de aula? Elas envolvem os alunos e proporcionam bons momentos, mas também são maneiras práticas e divertidas de expandir o conhecimentos que ajudam a formar cidadãos do mundo, como respeito, cooperação e responsabilidade. Confira algumas opções de atividades que podem ser muito válidas para a formação interdisciplinar dos seus alunos:

Gincanas

Por vezes, a energia de crianças e adolescentes parece interminável. Por que não propor atividades que permitam que eles se exercitem? Gincanas são extremamente divertidas e estimulam o relacionamento entre alunos dentro do ambiente escolar. É importante manter dinâmicas que não tornem a presença na escola monótona e cansativa para os alunos. Existem inúmeras formas de organizar uma gincana, então é preciso apenas escolher a que mais se adequa aos ideais da escola.

Um ótimo exemplo para elaborar uma gincana é basear-se na promoção da solidariedade. O número de alunos na sua escola é grande? Faça uma grande arrecadação de mantimentos para pessoas mais necessitadas. Está frio? Sugira uma campanha do agasalho. Final de ano? Arrecade alimentos que formem uma cesta básica. Não há regras ou cartilhas para ajudar os outros. No final, é possível desenvolver uma espécie de premiação para os vencedores da gincana. Além de ajudar, essa brincadeira  também proporciona um sentimento de ajudar o próximo, extremamente importante para a formação dos jovens.

Festa junina

O mês de junho chega e, junto dele, vem a imensa vontade de comemorar o mês de São João, Santo Antônio e São Pedro. Para além da religião, essas festas são famosas  por permitirem uma imensa diversão para todos os envolvidos. Nas escolas, as festas juninas também promovem a colaboração entre funcionários e alunos, essencial para o bom funcionamento da instituição. Dependendo da organização da escola, é possível até determinar uma função para cada classe, proporcionando maior senso de responsabilidade para os alunos.

Deixar cada classe ou grupo de alunos responsável por um prato típico, sugerindo opções tradicionais de várias  regiões do Brasil, é interessante para também expandir as noções de cultura brasileira. Além disso, é possível integrar alunos de diferentes classes na hora da quadrilha e das brincadeiras, o que ajuda a desenvolver um maior  entrosamento entre eles.

Feira de ciências

As feiras  são uma ótima maneira de colocar em prática os assuntos que estão sendo aprendidos em sala de aula. Alguns jovens sentem a necessidade de realizar atividades que os tirem da rotina, e o empenho dos alunos em elaborar uma feira baseada em experimentos pode ser a medida que estava faltando para a maior participação deles na vida escolar. Tirar os estudos do papel ajuda a fixar conteúdo e é divertido, além de auxiliar no entrosamento dos alunos e mantê-los engajados.

A cada ano que passa, surgem novas descobertas. Por que não inseri-las no ambiente escolar? É interessante a escola escolher um assunto, e em cima dele, desenvolver a feira daquele ano. Os alunos ficam responsáveis pela pesquisa, por exemplo, ganham uma vez por semana a chance de discutir os projetos com seu grupo e seus professores, e após alguns meses, realizar o evento todos juntos. As crianças podem ficar responsáveis por criar estandes e explicar para os visitantes o porquê das experiências e como foram realizadas. O ideal é que ela também seja aberta aos pais para que, além dos alunos, os responsáveis também aprendam com a ciência e confiram as conquistas de seus filhos.

Torneio de esportes interclasse

Mesmo que os exercícios físicos sejam obrigatórios na grade curricular do ensino básico, os  problemas relacionados à falta deles, como o sedentarismo ou a obesidade infantil, ainda são preocupantes. Torneios interclasse são uma maneira de incentivá-los a praticar exercícios físicos regularmente e a trabalhar em grupo, além dos momentos de aula.

É difícil encontrar quem não goste de se unir em uma competição. Separe os jogos por categoria: futebol, vôlei, handebol, basquete, xadrez... e também por idade, para que ela seja justa. Escolha uma semana especial, como a do Dia das Crianças, e deixe os alunos se divertirem participando. Organize os jogos em etapas, até que os vencedores cheguem à final e ganhem um prêmio como incentivo pelo esforço.   

Além de proporcionar bons ensinamentos aos alunos, atividades extraclasse ajudam no desenvolvimento das relações entre estudantes e, principalmente, reforçam o laço entre escola e alunos. É preciso estabelecer um relacionamento saudável entre todos os envolvidos para que a instituição possa cumprir seu papel como educadora.

Aqui estudar é poder!

O COC se preocupa com o desenvolvimento dos alunos e o crescimento da sua unidade. Aqui estudar é poder realizar! Acompanhe as notícias em nosso blog e veja os recursos que o sistema COC de ensino pode levar para o seu colégio. Saiba mais aqui!