Escolher um sistema de ensino para uma escola não é uma missão que se resolve rapidamente e com pouca pesquisa. Para decidir pela melhor opção para a sua instituição, é preciso atentar a alguns requisitos básicos.

No texto de hoje, te mostraremos alguns desses pontos que merecem a sua atenção para te ajudar no momento da escolha de um programa de aprendizagem que se adapte à realidade do seu cotidiano escolar. Confira!

O que é sistema de ensino?

É definido como “sistema de ensino” o conjunto de todas as soluções e serviços de cunho educacional e administrativo que existem em uma escola. Nesse contexto, ele não se resume apenas a um único recurso para responder às necessidades da instituição, seja ela pública, seja privada.

Ao pensar nos quesitos que fazem parte de um sistema de ensino como um todo, encontramos ações ligadas ao aprendizado dos estudantes, como o uso de material didático coerente e completo; a elaboração de um plano de ensino baseado em todos os recursos existentes; a capacitação dos profissionais da educação; e a abordagem psicopedagógica que o sistema de ensino utiliza.

Já analisando o viés relacionado às soluções de negócio para a escola, o sistema de ensino deve ter um planejamento estratégico com uma abordagem que consolide a marca no mercado, além de propor caminhos para a instituição atrair cada vez mais público e conter um plano de marketing que atenda a todas as necessidades da instituição.

Agora veja algumas dicas de como escolher um sistema de ensino de qualidade para adotar em sua escola.

1 - Oferece material didático completo

O material didático é o guia que alunos e docentes terão ao longo de toda a trajetória curricular. Desse modo, é fundamental que ele seja de qualidade e completo, propondo explicações teóricas com linguagem acessível e exercícios práticos que despertem no estudante a curiosidade pelo conhecimento.

Se a sua escola oferecer o ensino para diferentes idades, é preciso pensar também em um material que faça a transição entre os anos escolares de forma natural.

Analise também se os livros e apostilas didáticas são constantemente atualizados e se acompanham as mudanças que ocorrem no mundo, para que seus alunos tenham contato com aquilo que é mais recente.

2 - Recursos extras

Ainda em relação aos cuidados que o sistema de ensino deve ter com a parte educacional, é interessante observar se o material didático pertencente ao conjunto analisado tem ferramentas extras de aprendizado.

Pense que alguns de seus alunos podem ter dificuldades com determinados temas e, por isso, precisarão fazer mais exercícios e obter outras explicações para conseguir compreender. Sendo assim, sua escola deve estar preparada para garantir essas soluções a eles.

Por outro lado, você também vai se deparar com estudantes que querem ir além do que é passado a eles durante as aulas, então também é essencial ter alguns materiais mais avançados sobre os temas para suprir essa necessidade.

Além disso, também entende-se por “recursos extras” a aplicação de provas e simulados preparatórios para o vestibular, aulas fora do horário regular, acompanhamento psicológico, entre outras coisas. 

3 - Planejamento estratégico

Por fim, você deve avaliar as questões de ordem administrativa da sua escola. Nelas estão os planejamentos de como a sua marca deverá se comportar no mercado, os meios pelos quais atingirão o público alvo e os temas de campanhas de marketing. 

Além disso, o sistema de ensino também pode ajudar a esclarecer a função de cada membro do seu time de mantenedores, coordenadores, diretores, professores e demais colaboradores. Muitas vezes, um equívoco em alguma parte desse mecanismo pode prejudicar todo o funcionamento orgânico da estrutura da instituição.

Conclusão

É preciso ter atenção na hora de escolher o sistema de ensino mais adequado à realidade da sua escola. Por isso, analise todos os prós e contras de cada um antes de tomar a sua decisão. 

Não se esqueça de acompanhar as tendências e mudanças no universo da educação para ter certeza de que o sistema que você deseja escolher se moderniza com frequência.

Quer mais dicas de ensino para implantar na sua instituição? Então confira o blog do COC e leia os nossos materiais.