É comum que os termos faculdade e universidade sejam utilizados como sinônimos. De fato, ambos se referem ao ensino superior e a instituições de ensino, mas na teoria eles são bem diferentes, mesmo não havendo distinção em relação à qualidade da educação.

As classificações são determinadas a partir das exigências do MEC, o Ministério da Educação. Hoje trouxemos algumas informações para você se manter antenado e escolher a instituição de ensino superior de acordo com o que você quer para o futuro.

Faculdade

Diferente do que muita gente acredita, as faculdades podem ser tanto privadas quanto públicas. A grande diferença é que as faculdades costumam ser especializadas em determinada área do conhecimento. Elas não possuem muitas opções de curso, ou seja, pode ser uma faculdade de comunicação, engenharia, saúde ou até mesmo apenas de um curso, como medicina. O grande foco não está nas pesquisas, mas nas condições para que seus alunos se sobressaiam no mercado de trabalho.

As faculdades compõem cerca de 84% das instituições de ensino superior brasileiro, apesar de conterem apenas 29% dos estudantes do país. As exigências para se criar uma faculdade também são bem menores do que para o restante das instituições.

Exigências do MEC:

  1. Precisa de autorização para criar novos cursos ou programas de ensino.
  2. Ter no mínimo um terço do corpo docente com titulação de especialista, isto é, pós-graduação lato sensu.

Universidade

As universidades são conjuntos de faculdades, ou seja, são instituições multidisciplinares compostas por diversas áreas do saber. Além disso, há a necessidade de possuir ensino, pesquisa e extensão. Mesmo que ela ofereça condições para a entrada no mercado de trabalho comum, para quem pretende seguir carreira acadêmica ou científica, a universidade é o local ideal, pois o investimento em programas, como de pesquisa, além do ensino tradicional, é muito maior do que nas faculdades.

O campus universitário costuma ser grande, quase como uma minicidade. Abriga todas as faculdades que a compõem, além de bibliotecas, alojamentos e demais locais em um espaço amplo. As universidades representam apenas 8% das instituições de educação superior do país, mas apesar do número baixo, acolhe cerca de 53% dos universitários do Brasil.

Confira quais são as exigências básicas do MEC para as universidades:

  1. Ter no mínimo um terço do corpo docente com títulos de mestres e doutores.
  2. Ter no mínimo um terço do corpo docente trabalhando exclusivamente na universidade em tempo integral.
  3. Oferecer no mínimo quatro programas de pós-graduação, mestrado e doutorado.
  4. Possuir produção intelectual relevante do ponto de vista cultural e científico.

Além das exigências, existem algumas vantagens em ser uma universidade, como é o exemplo da condição de criar novos cursos e programas de ensino sem a necessidade de aprovação do MEC. Para ser considerada uma universidade, é preciso possuir cursos em todas as áreas do conhecimento, como humanas, exatas e biológicas.

É essencial que a sua escolha pela instituição de ensino superior seja baseada nas suas pretensões e seus gostos. Decidir qual faculdade ou universidade cursar não é fácil, mas é uma decisão que precisará ser tomada. Conhecer todas as formas de ensino superior pode ser a chave que faltava para tomar uma decisão.

Confira outros posts que possam te interessar:

Como fazer um cronograma de estudos

Por que é tão importante perguntar durante as aulas?

Como se preparar para o vestibular desde o ensino médio

Aqui estudar é poder!

O COC dispõe dos recursos mais modernos que a tecnologia oferece para o aprendizado. Clique aqui e conheça a unidade mais próxima de você.