Se você pensa que para trabalhar com gastronomia saber cozinhar é o suficiente, está muito enganado! Neste texto você vai descobrir mais sobre essa carreira, além de como é o curso e o mercado de trabalho para os profissionais. Confira!

Curso de gastronomia

Para trabalhar na área você deve estudar e cursar a faculdade de gastronomia. E não pense que é simples! No curso, os alunos aprendem tanto disciplinas teóricas, como história da gastronomia, bioquímica, segurança alimentar, sociologia e psicologia, entre outras, quanto matérias práticas, como preparação de drinques e coquetéis, confeitaria, cozinha brasileira e internacional etc. 

De modo geral, os cursos nas faculdades do Brasil duram 2 anos para se ter o título de tecnólogo e 4 anos para o bacharelado.

Como é a carreira?

O profissional de gastronomia pode atuar em diferentes segmentos dentro da profissão. O mais conhecido e almejado pela maioria é o de “chefe de cozinha”, que é o responsável por gerir a cozinha, montar o cardápio, dar ordens para os outros profissionais e, claro, cozinhar.

É possível atuar ainda como chef pâtissier, que é especializado em confeitaria e panificação, ou como personal chef, que trabalha em casas particulares preparando cardápios e receitas.

Saindo da correria prática das preparações de pratos, os profissionais podem atuar ainda como consultores, prestando serviço de assessoria gastronômica para restaurantes e pensando em melhorias e adaptações para cada tipo de estabelecimento.

A fiscalização das medidas de segurança alimentar pode ser feita pelo profissional que atua como segurança alimentar. Ele fará o trabalho de averiguação dos restaurantes, verificando se todos seguem as recomendações necessárias.

No campo da indústria, os profissionais podem atuar como desenvolvedores de produtos, elaborando e testando novos produtos que irão para o mercado.

Por fim, podem exercer, ainda, o papel administrativo em restaurantes e agir como gestores. Isso porque durante o curso eles aprendem também diversos conceitos de administração, finanças e gestão.

Onde pode atuar?

O mercado de trabalho para os profissionais de gastronomia é extenso e, como vimos anteriormente, permite que se encontre emprego não apenas dentro das cozinhas. Porém, os lugares mais tradicionais para atuarem são restaurantes, hospitais, residências particulares e, principalmente, hotéis e setores ligados ao turismo (como pousadas, cruzeiros, colônias de férias etc.).

Nesses ambientes, é possível descobrir as preferências de atuação e buscar um direcionamento maior. 

Como o profissional deve ser

Coordenar e gerir uma cozinha não é simples, portanto as empresas buscam profissionais que sejam concentrados e organizados, que saibam observar, que tenham senso de espaço e de coordenação, que saibam lidar com a pressão e que tenham liderança.

A área da gastronomia tem ganhado muitos profissionais graças à popularização de programas de televisão voltados para esse tema. Por isso, a tendência é que nos próximos anos o mercado se expanda ainda mais. 

Gostou desse conteúdo? Então não fique de fora e veja os outros materiais do blog do COC. Acesse:

Guia de Profissão: o que faz um geólogo?

Guia de Profissão: o que faz um profissional de Biomedicina?