O início do ano ainda envolve muita tensão para os vestibulandos, especialmente para aqueles que aguardam a segunda fase dos grandes vestibulares do país, como a Fuvest, vestibular de ingresso na Universidade de São Paulo (USP). Apesar da felicidade de ter ultrapassado o primeiro obstáculo, não é hora de descuidar, pois existem desafios importantes a serem vencidos.

Por isso, é fundamental não perder o foco e continuar trabalhando duro para obter uma boa pontuação na próxima etapa da Fuvest e conquistar a tão sonhada vaga na universidade. Para ajudá-lo a dar um gás nestas últimas semanas de estudo e relembrar as mudanças importantes que o vestibular sofreu neste ano, organizamos algumas dicas para você saber o que irá enfrentar nesta segunda fase. Se liga!

A dinâmica da Fuvest

A segunda fase da Fuvest 2019 sofreu algumas alterações importantes. Agora, a prova é aplicada em apenas dois dias, e não mais três, como era anteriormente.

O primeiro dia continua em seu formato tradicional para todas as carreiras. A prova envolve uma redação dissertativa argumentativa valendo 50 pontos, e outras dez questões dissertativas sobre a língua portuguesa, relacionadas a gramática, interpretação de textos e literatura. Cada questão vale cinco pontos e a pontuação total poderá somar até 100 pontos.

O segundo dia é a etapa que mais sofreu alterações. Agora a prova envolve 12 questões dissertativas de mesmo valor, também somando um total de 100 pontos. As perguntas podem envolver de duas a quatro áreas de conhecimento, relacionadas à carreira que o estudante deseja seguir - se forem duas disciplinas, serão seis questões de cada uma delas; para três disciplinas, haverá quatro perguntas de cada uma; e, no caso de quatro disciplinas, três questões de cada.

Vale lembrar que algumas carreiras envolvem um terceiro tipo de avaliação, chamado de Habilidades Específicas. Esse é o caso dos cursos de Música, Artes Visuais e Artes Cênicas. Cada carreira possui um calendário próprio, envolvendo processos distintos. No entanto, todos são classificatórios e eliminatórios, e ocorrem logo após a realização da primeira fase. Nesse caso, o candidato deve procurar por mais informações no Manual do Candidato disponibilizado pela universidade.

O que priorizar durante a preparação para a prova?

Revise o conteúdo com atenção

Com pouco tempo para revisar uma grande quantidade de conteúdos, o ideal é tirar um tempinho para levar essas últimas semanas de uma maneira leve, sem cobranças irreais. Aqui, o mais importante é fortalecer os conhecimentos que você já tem e não se desesperar em busca de novos conteúdos.

Por isso, revise os tópicos com os quais você sentiu uma maior dificuldade ao longo da primeira fase, por exemplo. Refaça alguns exercícios, releia os seus mapas mentais e assista a videoaulas ou documentários para relembrar os tópicos que serão cobrados na prova. Aproveite ainda para rever os pontos importantes das obras listadas como obrigatórias pela Fuvest - elas também serão cobradas nessa etapa.

Uma estratégia interessante para revisar o conteúdo é seguir as provas aplicadas em anos anteriores. Além de relembrar alguns temas e entender quais são os pontos que devem ser fortalecidos, você irá se adaptar ao formato e ritmo da prova.

Lembre-se de que é necessário ser claro

A segunda fase da Fuvest envolve a resolução de questões dissertativas, e para respondê-las, é necessário atenção. Refazer algumas provas antigas pode ajudar a entender o estilo da prova, composta principalmente por perguntas que envolvem interpretação de dados e a formulação de hipóteses e argumentações.

Por isso, cuidado. Escrever muito não é sinônimo de uma resposta correta. Seja conciso e claro na sua resolução, colocando de maneira objetiva o que foi questionado. Fazer explicações redundantes ou mesmo envolver conceitos distantes daqueles que estão sendo cobrados pode comprometer a avaliação.

Dê atenção às disciplinas mais relevantes para o seu curso

Apesar do equilíbrio entre todas as disciplinas ser considerado a melhor abordagem, o tempo escasso pode não permitir uma revisão adequada de todos os conteúdos. Por isso, seja pontual e dê preferência às matérias que serão cobradas na prova da carreira que você deseja seguir. Mas não se esqueça: revise os demais conteúdos, uma vez que os conhecimentos gerais também podem ajudá-lo na resolução da prova.

Não deixe de treinar a redação

No primeiro dia de provas da segunda fase, você deverá escrever uma redação seguindo o formato dissertativo-argumentativo. Normalmente, os temas envolvem fatos da atualidade ou mesmo aspectos do comportamento humano. Aqui, há dois conselhos importantes.

Primeiro, é muito importante não deixar de acompanhar notícias atualizadas, mantendo-se informado sobre o que acontece no Brasil e no mundo, e a maneira como tais fatos afetam a sociedade.

Além disso, não deixe de treinar e refazer algumas redações. Controle o tempo e simule a situação real da prova, lembrando que você ainda teria que despender tempo para resolver outras questões. Exercite suas habilidades para estar preparado no momento do exame.

Algumas dicas importantes

  • Crie a sua própria organização para resolver a prova. De preferência, comece pelas disciplinas com as quais você tem mais habilidade, possibilitando assim maior tempo para solucionar  as questões mais difíceis.
  • Aprenda a controlar o tempo. Ao longo da sua rotina de estudos, refaça algumas das provas e entenda quanto tempo você deve dedicar a cada resolução. Como a segunda fase envolve respostas dissertativas, é necessário ainda mais treino e domínio do tempo que você tem.
  • Não estude de maneira exagerada muito próximo à véspera da prova. Com o tempo escasso, divida o seu plano de estudos de maneira coerente, sem exigir demais de si mesmo. Além disso, tire um tempo para relaxar e se divertir, pois estar bem disposto, com certeza, fará a diferença.
  • Todas as questões da prova possuem o mesmo peso entre elas. Por isso, não perca muito tempo com uma questão que você considera difícil. Marque o número da pergunta para não esquecê-la, mas siga em frente e, de novo, dê prioridade àquelas que você consegue solucionar com mais facilidade.
  • Mantenha uma atitude confiante. Muito mais do que um grande teste de conhecimentos, a segunda fase exige muito do emocional do candidato, pois envolve nervosismo e tensão. Continue motivado e tenha confiança na sua dedicação aos estudos. Alimente-se bem, tenha uma boa rotina de sono e seja positivo.

A Fuvest é o principal instrumento para o ingresso em uma das universidades mais conceituadas do país. Você está muito perto de tornar o seu sonho uma realidade, mas é importante ter em mente que, independente do resultado, você se esforçou muito para chegar até aqui. Continue otimista e boa sorte! :)

Se você curtiu esse post, nós temos mais alguns textos que podem te interessar:

Como fazer uma redação dissertativa

Como fazer um cronograma de estudos

Filmes e livros que podem te ajudar a estudar para os vestibulares

Como é o vestibular em outros países?

Conheça o Coach COC e organize seus estudos!

O aplicativo Coach COC é o seu novo parceiro para os estudos! Ele vai te ajudar a organizar a sua rotina e planejar seu dia a dia. Acesse a página do app e baixe agora mesmo!