Será que existe uma dúvida mais intrigante do que aquela sobre a grafia correta da palavra de repente? Ou será que é derrepente? Independentemente do seu domínio sobre a língua portuguesa, é possível ter esse questionamento enquanto redige um texto, por exemplo. No entanto, escrever corretamente é essencial não apenas para se comunicar bem, mas também para não perder nenhum pontinho no vestibular. Pensando nisso, nós organizamos uma breve revisão para você não titubear mais na hora de escrever essa palavra. Confira!

Afinal, é derrepente ou de repente?

A resposta para essa pergunta é muito simples: a forma correta para escrever a palavra é de repente, escrita separadamente. Portando, a palavra derrepente, escrita junta, é considerada gramaticalmente errada.

A expressão de repente é uma locução adverbial e sua função é garantir características ao verbo que acompanha. Ela é composta pela preposição de somada ao substantivo masculino repente. Nesse caso, é interessante notar que a preposição está antes do substantivo e, por isso, não há junção de palavras e sim a sua conexão.

A locução de repente pode ser classificada como um advérbio de modo ou de tempo. Confira alguns exemplos:

De repente, o cachorrinho partiu para cima dos visitantes e todos se assustaram. > Advérbio de modo

Eu bati o carro porque um motorista me fechou de repente no trânsito. > Advérbio de modo

Gabriel entrou no meu quarto de repente. > Advérbio de tempo

Você acredita que, de repente, começou a nevar? > Advérbio de tempo

Atenção ao significado

A expressão adverbial de repente significa que algo aconteceu de maneira inesperada e imprevisível; por isso, são considerados sinônimos as palavras de ímpeto, repentinamente e subitamente.

No entanto, é muito comum encontrá-la como uma expressão, com sentido similar a talvez, ou seja, para demonstrar incerteza ou possibilidade. Nesse caso, é importante lembrar que esse tipo de uso está errado e deve ser evitado a todo custo, OK? Acompanhe alguns exemplos:

Ele entrou em casa de repente porque queria me assustar! > Correto

De repente, começou a trovejar muito. > Correto

Você deveria mandar uma mensagem para ele, de repente vocês voltam a se falar. > Errado

Mande o seu currículo, de repente você consegue a vaga. > Errado

E aí, ficou fácil lembrar a grafia correta da palavra de repente e seus usos, não é? Agora, é só mandar bem na hora de escrever a sua redação! Que tal aproveitar e conferir também mais alguns posts sobre dúvidas comuns da língua portuguesa? Relembre qual pronome demonstrativo você deve utilizar em cada situação e qual a diferença entre a fim e afim - assim, você pode encarar o vestibular sem medo de perder uns pontinhos por causa de erros simples.

Conheça o Coach COC e organize seus estudos!

O aplicativo Coach COC é o seu novo parceiro para os estudos! Ele vai te ajudar a organizar a sua rotina e planejar seu dia a dia. Acesse a página do app e baixe agora mesmo!