Você já sabe que a redação do Enem é uma das partes mais importantes de toda a prova, por isso é preciso tomar bastante cuidado para não cometer erros básicos, mas que podem custar muito caro no desempenho final. 

Para te ajudar a não cometer esses deslizes, vamos listar algumas coisas que você precisa evitar durante a escrita da redação. Acompanhe!

1 - Não quebre a estrutura

O texto que deverá ser produzido pelo candidato é dissertativo-argumentativo, e isso não vai mudar na hora da prova. O Enem não te dará escolha de outra forma textual ou deixará essa informação implícita. Por mais que nas introduções esteja escrito isso, tenha sempre em mente que o estilo da redação será esse. 

O seu texto dissertativo-argumentativo deve respeitar uma estrutura básica, com introdução, desenvolvimento e conclusão. Dessa forma, não queira alterar a ordem das coisas ou fugir muito dessa proposta, pois você poderá perder pontos valiosos por não seguir aquilo que os avaliadores esperam.

Algo que pode mudar, e sobre o qual o candidato tem uma certa liberdade de escolha, é a quantidade de parágrafos do desenvolvimento. Geralmente, ele é dividido em duas partes, para que a leitura não fique cansativa. Atente apenas ao fato de que, ao abrir vários parágrafos de desenvolvimento, a conclusão deverá fechar cada uma das ideias, o que pode não ser uma boa estratégia, considerando que há um limite de linhas no texto.

2 - Não use a primeira pessoa

Na redação dissertativo-argumentativa do Enem, o candidato não pode escrever em primeira pessoa, ou seja, não use "eu acho...", "eu acredito...", "penso que..." etc. Essa é uma regra básica com a qual, infelizmente, os estudantes ainda se confundem durante a elaboração e perdem muitos pontos.

Para evitar isso, procure utilizar formações como "conclui-se que...", "percebe-se que...", "observa-se que...", entre outras. 

3 - Não fuja do tema

Preste muita atenção no tema proposto pelo Enem, pois fugir do que é esperado pode resultar em uma nota zero. Dessa forma, leia o tema mais de uma vez, destaque as palavras-chave e, sobretudo, leia com cuidado os textos de apoio, pois ficará mais fácil ter a clareza do que é realmente proposto ao candidato.

A fuga do tema é o erro mais grave que alguém pode cometer na redação do Enem, portanto não tenha pressa para produzir o texto. Faça todo o processo de análise do tema, leitura dos textos, rascunho das ideias e escrita com calma.

4 - Não dê soluções exageradas

Como citamos anteriormente, a estrutura de um texto dissertativo-argumentativo deve ser dividida em introdução, desenvolvimento e conclusão. Ao fechar o texto, o candidato deve apresentar possibilidades de soluções para o problema central que foi destacado no desenvolvimento. 

Porém, é preciso ter bastante cuidado com isso para não propor soluções milagrosas ou exageradas. Lembre-se de que os temas sempre abordam uma questão enraizada na sociedade ou problemas recentes que ainda não têm uma solução, por isso a sua sugestão precisa ser plausível. 

5 - Não use a linguagem informal

Algo que também pode causar dificuldade para o estudante é o uso da linguagem correta na redação. Os examinadores não esperam que o aluno tenha um linguajar muito formal, com termos complexos. Por outro lado, também não querem que a informalidade seja usada, com gírias ou abreviações. 

Dessa forma, é preciso encontrar o equilíbrio, deixar a escrita informal de lado, não se preocupar em usar palavras difíceis e escrever da maneira mais natural possível, como se aprende nas aulas de gramática.

6 - Não assine o texto

Por fim, nossa última dica é também algo que acontece no final da redação do Enem. Mesmo que o candidato escreva um texto perfeito, seguindo todas as orientações estruturais e o tema, e utilizando a linguagem correta, caso no final haja uma assinatura de quem fez a redação, provavelmente ela será zerada.

A organização da prova entende que ao assinar a folha do texto, você pode causar uma parcialidade no momento da correção. Portanto, lembre-se de que isso não é necessário, nem recomendado!

Conclusão

Agora que você já sabe o que NÃO fazer na redação do Enem, continue praticando para aprimorar as suas técnicas de escrita e alcançar um ótimo resultado no exame mais importante do país.

Quer mais dicas de vestibular? Então confira nossos outros artigos no blog do COC!