Você tem interesse em construir uma carreira como psicólogo? Esses profissionais podem atuar em diversas áreas. Atualmente, eles são muito procurados, já que as pessoas cada vez mais querem cuidar da saúde emocional e mental na sociedade moderna, devido às suas complexidades. A psicologia é uma área que engloba relações humanas, orientação profissional, conselhos familiares e satisfação pessoal.

É uma carreira com muitas oportunidades, estudos e conhecimentos para serem adquiridos ao longo do tempo. Um psicólogo pode identificar medos, traumas e receios que uma pessoa tem e/ou ajudar a lidar com as situações que causam esses sentimentos. Acompanhe o texto e saiba o que um psicólogo faz!

O que faz um psicólogo?

Esse profissional é responsável por analisar e estudar os fenômenos de comportamento e psíquicos do ser humano, por meio dos pensamentos, valores e emoções de cada pessoa. Dessa forma, o psicólogo é capaz de diagnosticar, de prevenir e de tratar distúrbios emocionais e de personalidade. 

Ele vai observar as atitudes, os sentimentos e os mecanismos mentais dos seus pacientes para ajudá-los a identificar as causas dos problemas e mudar comportamentos. Um psicólogo pode atuar em um consultório, mas também em escolas, hospitais e ambientes corporativos ou jurídicos, por exemplo. 

Também pode trabalhar na área social, como em asilos, centros de atendimento ou penitenciárias. Existem também as áreas de psicomotricidade, psicologia do trânsito e psicologia esportiva. Para exercer a profissão de psicólogo, é preciso ter um registro no Conselho Regional de Psicologia (CRP).

Um psicólogo é indicado a todas as pessoas que têm alguma insatisfação em qualquer âmbito da vida, como profissional, pessoal, amoroso e/ou financeiro, podendo ser adultos ou crianças. O acompanhamento com esse profissional trará mais qualidade de vida e poderá solucionar pendências.

Como ser um psicólogo?

A graduação em psicologia dura em média quatro anos. Nela, são apresentadas disciplinas que abordam diferentes correntes, como psicanálise, sistêmica, Gestalt, humanista, junguiana, lacaniana e cognitiva. O curso também vai introduzir o aluno em diversas áreas, como a psicologia clínica - uma das mais tradicionais -, a psicologia social, a psicologia escolar e a psicologia organizacional. 

Ao longo da graduação, os estudantes terão matérias de neurologia, teoria psicanalítica, antropologia e psicologia do desenvolvimento. Já as optativas geralmente se relacionam com questões de aprendizagem ou psicologia do excepcional. 

É um curso que exige atividades práticas, por isso algumas faculdades têm oportunidades para os alunos realizarem atendimentos à população. Dessa forma, é possível experimentar diferentes áreas durante a formação em psicologia, tendo o acompanhamento de profissionais capacitados.

Quais são as áreas de atuação de um psicólogo?

Um psicólogo pode atuar em diversos setores, como: instituições de ensino, clubes esportivos, clínicas, consultórios, penitenciárias e hospitais. Além dessas, a área acadêmica, a de recursos humanos e a de consultoria de empresas também são opções de trabalho. Confira as principais áreas de atuação de um psicólogo:

Psicologia clínica: nessa área, o profissional atende os pacientes em um consultório, individualmente ou em grupo. Ele entrevista cada um deles e aplica técnicas de avaliação para ter um diagnóstico. A chamada “psicoterapia” tem como finalidades reduzir o sofrimento e ajudar a lidar com problemas emocionais ou distúrbios mentais. 

As técnicas de tratamento são diversas para pacientes de todas as idades, como psicoterapia lúdica, terapia psicomotora, arteterapia, psicoterapia de casal, familiar, entre outras.

Psicologia educacional: os psicólogos podem atuar em instituições de ensino, junto à direção, para melhorar o desempenho dos alunos e organizar as condições ideais para a aprendizagem. O profissional participará dos projetos pedagógicos, das políticas de ensino e da criação e reformulação de currículos durante o ano letivo.

Além disso, o psicólogo acompanhará o comportamento dos alunos em relação ao sistema educacional e atuará em casos em que um estudante apresenta dificuldade no aprendizado ou necessidades especiais. Esse profissional também recomenda os programas de ensino que são mais adequados para cada situação da escola.

A psicologia educacional também trabalha a orientação profissional e vocacional, principalmente no ensino médio, orientando para as carreiras mais indicadas.

Psicologia do trabalho: dentro de uma empresa, o psicólogo trabalha para manter um ambiente saudável e criar uma boa relação entre as pessoas. Além disso, incentiva os funcionários a se manterem motivados e satisfeitos com o trabalho, evitando e prevenindo doenças, como a Síndrome de Burnout. 

Geralmente, o profissional atua na área de recursos humanos e pode auxiliar no recrutamento de candidatos, e na recepção e treinamento de novos colaboradores. O psicólogo também pode identificar habilidades e verificar as oportunidade de crescimento de cada funcionário, além de participar da elaboração de planos de carreira e da avaliação do desempenho do pessoal. 

Psicologia jurídica: em relação à justiça, o psicólogo vai auxiliar no planejamento e na execução de políticas de cidadania, de direitos humanos e de prevenção da violência. 

Além disso, pode desenvolver tarefas, como: avaliar as condições emocionais e intelectuais dos envolvidos em processos jurídicos; participar de audiências para esclarecer aspectos técnicos na área de psicologia; realizar atendimento psicológico aos que procuram a Vara da Família para resolver conflitos; e atuar no sistema penitenciário, elaborando programas de educação e de trabalho para os detentos e preservando a saúde mental dos presos e de seus familiares, além de acompanhando detentos que estão em liberdade condicional.

Psicologia do esporte: já nessa área, o psicólogo faz uma investigação de como os fatores emocionais podem afetar o desempenho dos esportistas. Assim, ele traça um plano ideal para cada atleta, de forma que eles alcancem um bom nível de realização pessoal e de saúde mental para refletir positivamente em seu rendimento.

O profissional atua com preparadores físicos, técnicos e, às vezes, com os familiares. O atendimento é constante, mas as técnicas utilizadas variam de acordo com o momento pelo qual o atleta está passando, como uma competição ou recuperação de uma lesão.

Psicologia social: como o próprio nome diz, é a psicologia somada aos trabalhos sociais. O profissional da área vai atuar em organizações comunitárias, ajudando pessoas e grupos a superarem suas dificuldades. O psicólogo planeja atividades educativas, recreativas e sociais em centros comunitários, que as pessoas frequentam gratuitamente. Também estuda as características psicossociais de grupos religiosos, étnicos e culturais.

Psicologia hospitalar: aqui, o profissional vai atuar em instituições de saúde. Os psicólogos têm o objetivo de melhorar o bem-estar físico e emocional das pessoas envolvidas em um atendimento médico, como o próprio paciente, familiares, enfermeiros e médicos.

Fazem acompanhamento para minimizar as repercussões emocionais que podem ocorrer durante uma hospitalização e são preparados para enfrentar futuros procedimentos médicos. Os profissionais de saúde também recebem o atendimento, e o psicólogo participa das decisões que são tomadas em relação aos pacientes.

Gostou de saber o que um psicólogo faz e como pode ser a sua carreira? Confira outros conteúdos sobre profissões no blog do COC:

Guia de Profissão: como é a carreira de medicina?

Guia de Profissão: o que faz um nutricionista?