Uma das áreas do conhecimento mais abrangentes é a engenharia, não é mesmo? Você já viu aqui no blog do COC o que faz um engenheiro civil, um engenheiro de produção, um engenheiro químico etc. Agora chegou a vez de descobrir os detalhes da profissão de engenheiro agrônomo.

Fique conosco e veja como é o curso de graduação, onde esse profissional pode atuar, qual a expectativa do mercado de trabalho e a média salarial para a categoria. Confira!

O que faz um engenheiro agrônomo?

Essa profissão está diretamente relacionada à produção, ao cuidado e à fiscalização de toda atividade agrícola e pecuária de uma região ou país.

Entre as diversas possibilidades de atuação, os engenheiros agrônomos podem trabalhar no desenvolvimento de pesquisas (tanto para pecuária quanto para a área agrícola), criar planos estratégicos para o plantio de alimentos e cuidado dos animais, estudar o solo e buscar meios de melhorar a qualidade dele etc.

Além disso, podem trabalhar também na indústria, fazendo o controle de qualidade dos produtos vindos do campo, promovendo pesquisas sobre os impactos da industrialização dos alimentos, e avaliando como processá-los de forma mais saudável e como diminuir os impactos das atividades agrícolas no meio ambiente.

O curso

Para ser capaz de fazer tudo o que citamos no tópico anterior, é preciso fazer o curso de graduação, que dura cinco anos. Durante o período acadêmico, o estudante terá contato com várias disciplinas ligadas, principalmente, à biologia, à matemática e à química. Veja algumas delas:

  • Bioquímica;
  • Química orgânica;
  • Biologia celular e molecular;
  • Microbiologia agrícola;
  • Bovinocultura;
  • Suinocultura;
  • Avicultura;
  • Fitopatologia;
  • Morfologia vegetal;
  • Genética de plantas e animais;
  • Economia e administração rural;
  • Mecanização agrícola;
  • Controle de qualidade de produtos;
  • Irrigação e drenagem;
  • Ciência do solo;
  • Fertilidade do solo;
  • Topografia e georreferenciamento;

Com essas e muitas outras matérias, os alunos desenvolvem uma visão geral sobre cuidado, proteção, qualidade, tipos de solo, tipos de animais e vegetais, e industrialização de toda a cadeia agropecuária de um lugar.

Onde pode atuar?

Como você já pôde perceber, o engenheiro agrônomo é um profissional que tem um conhecimento diverso, isso faz com que se abram frentes de trabalho diversificadas nas indústrias, no campo e nas pesquisas.

Dessa forma, caso você deseje se tornar um engenheiro agrônomo, saiba que poderá trabalhar na gestão rural, no acompanhamento da produção agropecuária de uma fazenda, no controle de pragas, no uso de fertilizantes, no desenvolvimento de ações que contribuem para a melhora dos processos de colheita e abate etc. 

Já na iniciativa pública, o engenheiro agrícola é habilitado para atuar como fiscal sanitário, fazendo o controle e os testes de qualidade dos produtos que saem do campo e vão para a mesa dos brasileiros. 

Outro lugar de atuação muito importante para a segurança é o controle alfandegário em aeroportos e portos pelo Brasil. Nessa condição, o fiscal é capaz de identificar materiais que podem causar algum risco para o solo e espécies animais nativas.

Expectativa salarial

A engenharia agrônoma costuma ser uma profissão que remunera bem os seus profissionais. Estima-se que o salário inicial gire em torno de R$ 3.000, mas isso pode variar de acordo com a área escolhida e o local onde se atua.

Para um profissional já formado e com um pouco de experiência, a base é entre RS 6.700 e R$ 10.000. Para os cargos de gestão e que exigem muita experiência, o valor pode chegar a quase R$ 15.000. 

Conclusão

Apesar de ser uma área com muitas possibilidades, é importante criar um plano de carreira durante a graduação para focar os seus interesses naquilo que mais te chama a atenção. Além disso, busque fazer estágios durante os estudos para chegar ao mercado de trabalho com uma base sólida, assim as suas chances de conseguir um emprego serão maiores.

Que tal conhecer detalhes sobre outras áreas da engenharia? No blog do COC, você tem acesso a diversos guias de profissões e muito mais! Acesse e confira.