O reino animal é dividido em duas principais ramificações: vertebrados e invertebrados. Há indícios de que os animais invertebrados estão no planeta desde os princípios da vida na Terra. É estimado que aproximadamente 97% das espécies do mundo sejam de invertebrados. A partir disso, pode-se entender a importância de saber sobre esses seres. Vamos lá?

Principais características

Os animais invertebrados são reconhecidos pela ausência de caixa craniana e coluna vertebral. Como não possuem esqueleto interno, costumam ser chamados de animais de corpo “mole”. Apesar do esqueleto ser justamente a principal diferenciação entre os animais vertebrados e invertebrados, é importante conhecer um pouco mais a fundo suas características principais:

Respiração

Apesar de existirem diferentes filos e de cada um deles possuir um sistema de respiração diferente, todos são caracterizados como aeróbicos, ou seja, os invertebrados sempre retiram o oxigênio necessário para sobrevivência do ar ou da água.

Reprodução

Os animais invertebrados podem ser divididos tanto pela reprodução sexuada, a partir de gametas, quanto pela reprodução assexuada. Na assexuada não ocorre recombinação do material genético, ao contrário da sexuada.

Estrutura celular

Como são animais formados por mais de uma célula, são sempre considerados pluricelulares. Além disso, pode-se dizer que são eucariontes, ou seja, o núcleo celular é separado do citoplasma por meio de uma membrana.

Alimentação

Como os animais invertebrados não são capazes de produzir o próprio alimento, são classificados como seres heterótrofos. Essa classificação diz respeito a seres que geram a energia necessária para a sobrevivência a partir do consumo de seres autótrofos, como as plantas, e outros seres também heterótrofos.  

Simetria

Além disso, essa classificação pode ser redefinida a partir da simetria dos animais. Os animais invertebrados podem ser classificados com simetria bilateral, na qual ao terem seu corpo dividido no meio, possuem duas metades idênticas. Outra classificação é simetria radial, onde os animais podem ser divididos em diferentes eixos e todos possuem o mesmo tamanho.

Filos dos invertebrados

Como a maioria das espécies do planeta é invertebrada, não é surpresa que sejam classificados de mais de uma maneira. Os filos, uma das classificações científicas dos seres vivos, são agrupados a partir de características evolutivas em comum. Os filos dos animais invertebrados são:    

Poríferos

Os poríferos são animais conhecidos pela presença de poros pelo corpo, derivando assim o nome do filo. São exclusivamente aquáticos, sendo que não possuem sistemas, órgãos ou tecidos em sua composição. Vivem fixos a rochas ou estruturas submersas. Um exemplo de porífero são as esponjas do mar.

Cnidários

Assim como os poríferos, os cnidários são animais aquáticos. São seres com sistemas extremamente simples, sendo diferenciados pela simetria radial. Exemplos de cnidários são corais e anêmonas do mar.

Platelmintos

Os platelmintos são vermes com corpo achatado. Apesar de ser mais comum encontrá-los no ambiente aquático, algumas espécies vivem em ambientes terrestres úmidos. Podem ser seres de vida livre ou parasitas, como é o exemplo das tênias, animais responsáveis pela doença chamada teníase. Outros exemplos de platelmintos são as planárias.

Nematelmintos

Enquanto os platelmintos são vermes de corpo achatado, os nematelmintos possuem corpo cilíndrico. Diferente dos outros filos já citados, esse é o primeiro que possui sistemas completos, como é o caso do sistema digestivo, nervoso e excretor. É conhecido pelos inúmeros parasitas que formam o filo: lombriga e vermes ancilóstomos.

Moluscos

Os moluscos costumam ser conhecidos pela concha que carregam sobre o corpo, mas também abrangem outros animais famosos, como o polvo e a lula. São animais que vivem em ambientes aquáticos ou terrestres úmidos, e são seres mais complexos, que possuem diferentes classificações dentro do próprio filo.

Anelídeos

Uma das principais características dos anelídeos é o corpo segmentado por anéis. Possuem sistema digestório, circulatório, excretor, nervoso e reprodutor. Exemplos famosos desse filo são as minhocas e as sanguessugas.

Equinodermos

Os equinodermos são seres exclusivamente marinhos, conhecidos pela simetria radial. Existe grande variedade de formas, cores e espécies deste filo. Alguns exemplos são a estrela-do-mar e o pepino-do-mar.

Artrópodes

Os artrópodes são os seres que mais se assemelham aos vertebrados, devido à presença do exoesqueleto, uma espécie de esqueleto externo que os ajuda na sustentação e proteção do corpo. São seres extremamente presentes do dia a dia dos humanos, sendo conhecidos por suas classificações: insetos, aracnídeos, crustáceos e miriápodes.

Exemplos de animais invertebrados

Como você pode perceber, existe uma infinidade de animais invertebrados, todos com diferentes características e classificações. Apesar de muitas vezes parecerem algo distante, são seres que estão em contato direto com o nosso dia a dia. Veja alguns exemplos de animais invertebrados bem conhecidos:

Formiga

Estrela do mar

Lombriga

Minhoca

Água-viva

Aranha

Mesmo que os animais invertebrados não pareçam importantes no nosso dia a dia, são essenciais para o equilíbrio do ecossistema. Muitos desses animais são responsáveis pela polinização ou decomposição de outros organismos, e até mesmo servem como base da cadeia alimentar.

Aqui estudar é poder!

O COC se preocupa com o desenvolvimento dos alunos e o crescimento da sua unidade. Aqui estudar é poder realizar! Acompanhe as notícias em nosso blog e veja os recursos que o sistema COC de ensino pode levar para o seu colégio. Saiba mais aqui!