A Ecologia é conhecida por ser uma das áreas mais amplas e também complexas das ciências biológicas. Pautada no estudo da natureza, dos seres vivos e das interações entre eles, esse segmento da Biologia é fundamental para desvendar o funcionamento do planeta e, principalmente, para encontrar soluções sustentáveis para preservá-lo. Aqui, você confere um pouquinho da história da Ecologia, bem como os seus níveis de organização e alguns conceitos básicos que não podem passar batidos na sua revisão para o vestibular. Vamos lá?

O que é a Ecologia?

O termo “ecologia” foi criado no ano de 1866, quando o zoólogo alemão Ernest Haeckel definiu o conceito como o “estudo científico das interações entre os organismos e seu ambiente”, em seu trabalho intitulado “Generelle Morphologie der Organismen”. A palavra ”ecologia” tem origem grega; o termo “eco” nasceu da expressão “oikos”, cujo significado é “casa”, e a palavra “logos” é referente a “saber” ou “estudar”. Assim, a Ecologia pode ser definida como o “estudo da casa”, ou seja, do meio ambiente.

Considerada uma das áreas mais extensas dentro das ciências biológicas, a Ecologia busca compreender o funcionamento de toda a natureza. Seus conhecimentos são pautados no estudo das diversas relações existentes entre os seres vivos e também a relação que cada um nutre com o meio onde vive. Enquanto ciência, busca compreender os equilíbrios e desequilíbrios do meio ambiente por meio de suas descobertas. Vale destacar ainda que para compreendê-la em profundidade, os fundamentos de evolução, genética, fisiologia e anatomia são fundamentais.

Subdivisões

De maneira geral,  o estudo da Ecologia pode ser subdividido entre dois grandes temas. A Autoecologia, que consiste no estudo de uma única espécie, analisando seu comportamento e também os seus mecanismos de sobrevivência  em um meio específico. E a Sinecologia apresenta uma abordagem mais ampla dentro da Ecologia, preocupando-se em compreender como os diferentes grupos de seres vivos interagem entre si no meio em que vivem.

Logo, quando estudamos uma determinada espécie de sapos, dentro de uma área previamente estabelecida, por exemplo, estamos fazendo um estudo autoecológico . Por outro lado, quando estamos analisando algumas espécies de sapos e estamos atentos também à maneira como elas interagem entre si dentro de um ecossistema, estamos realizando um trabalho sinecológico.

Níveis de organização da ecologia

O estudo da Ecologia é definido por quatro grandes níveis de organização. Eles obedecem um arranjo hierárquico que agrupa desde os sistemas mais simples até aqueles que são considerados mais complexos.  Acompanhe:

População

Conjunto de organismos de uma mesma espécie que vivem juntos em uma mesma área geográfica e, por isso, apresentam maiores chances de se reproduzir entre si do que com indivíduos de outras populações.

Comunidade

Conjunto de diversas populações de seres vivos, localizadas em uma região específica. Também pode receber o nome de comunidade biológica, biocenose ou biótopo.

Ecossistema

Conjunto de comunidades e fatores abióticos de um determinado espaço, como a luz, o vento e a água,  formam um ecossistema. Já a reunião de diversos ecossistemas é chamada de bioma. Nesse espaço, são reunidas características próprias de uma diversidade ambiental considerada única e particular.

Para se aprofundar no assunto, nós recomendamos a leitura e o estudo sobre os biomas do Brasil.

Biosfera

É o nível mais amplo da organização hierárquica da Ecologia. Corresponde ao conjunto de todos os ecossistemas do planeta, incluindo seus fatores bióticos e abióticos. Logo, pode ser definida como a reunião de toda a biodiversidade do planeta terra.

Conceitos básicos da Ecologia

Além dos níveis de organização, a Ecologia ainda apresenta alguns termos-chaves, cujas definições são muito relevantes para seus estudos. Confira:

Habitat

É o local onde uma determinada espécie vive e pode ser encontrada.

Nicho ecológico

Modo de vida de uma espécie, ou seja, suas atividades dentro de seu habitat. Envolve as relações que uma espécie mantém com outras e com o ambiente ao seu redor. Também pode ser compreendido como a “função” que uma espécie tem dentro de um espaço geográfico.

Fatores bióticos

Em um ecossistema, os fatores bióticos são os seus seres vivos. Eles podem ser divididos entre seres autótrofos, que produzem seu próprio alimento, e seres heterótrofos, que não são capazes de produzir o seu próprio alimento.

Fatores abióticos

São os fatores físicos e químicos de um ambiente. Características importantes, como umidade, temperatura e luminosidade.

Cadeia alimentar

A Ecologia também estuda a cadeia alimentar, já que é a relação alimentar que existe entre os indivíduos de um determinado ecossistema. Dentro desse tema, é importante ter em mente que cada organismo ocupa um nível trófico diferente, e que o conjunto de cadeias alimentares forma as teias alimentares. Caso você deseje revisar os níveis tróficos e as correlações entre eles, não deixe de conferir nosso post sobre o que é cadeia alimentar.

Importância

A Ecologia traz contribuições muito relevantes para o estudo da natureza e para a sua preservação. Essa área de estudos também ajuda a entender como a presença de uma espécie ou a sua ausência pode impactar uma comunidade. Um exemplo interessante é pensar em uma floresta. Caso a ação humana altere a capacidade de reprodução de um inseto, por exemplo, os ecólogos são capazes de compreender de que maneiras essa menor população de uma determinada espécie irá interferir nas demais dinâmicas entre os organismos vivos daquela região.

Dessa maneira, a Ecologia ajuda a compreender e projetar quais são os inúmeros impactos da ação humana sobre os mais variados ecossistemas do planeta terra, sobretudo diante de fenômenos históricos, como o aumento populacional, a crescente industrialização e a urbanização desenfreada. O ponto positivo é que, de posse das mais variadas informações sobre os biomas do mundo, é possível traçar caminhos e iniciativas sustentáveis, capazes de lidar com o desmatamento e outros inúmeros problemas ambientais e sociais.

E aí, curtiu a área da Ecologia? Essa ramificação dos estudos de Biologia é essencial para a conservação da vida no planeta Terra, contribuindo para um futuro mais sustentável, responsável e saudável para todos os seres vivos! Mas para isso é importante que você também faça a sua parte. Não deixe de estudar sobre o tema, aprender ainda mais sobre os organismos que dividem o planeta conosco e buscar alternativas que respeitem o meio ambiente no seu dia a dia.

Se você curtiu este post, não deixe de conferir:

O que é citologia?

Demais ou de mais? Qual é a diferença?

Como calcular juros simples e compostos

Conheça o Coach COC e organize seus estudos!

O aplicativo Coach COC é o seu novo parceiro para os estudos! Ele vai te ajudar a organizar a sua rotina e planejar seu dia a dia. Acesse a página do app e baixe agora mesmo!