A prática da leitura é uma das experiências que mais contribuem para o desenvolvimento intelectual de uma pessoa, independentemente da idade. Através dos livros, somos levados para outros lugares, conhecemos momentos históricos e aprendemos novas informações sobre diversos assuntos.

Entre os adolescentes, não é raro encontrar aqueles que não se interessam pelos livros e preferem adotar outros passatempos, como os celulares, computadores e videogames. Porém, os pais podem incentivar seus filhos a criar o hábito de ler livros. Para ajudá-los nessa missão, separamos algumas dicas que podem ser úteis nesse momento.

Leitura não é obrigação

As pessoas têm a tendência de serem resistentes àquilo que é colocado como obrigatório por alguém. Na relação com a leitura é igual, e a imposição de uma rotina pode gerar efeitos contrários ao desejado.

Por isso, evite tratar desse assunto como um compromisso extremamente sério com os adolescentes. É preciso que eles se sintam atraídos pelos livros para se acostumarem com a ideia de ler com frequência. 

Em conjunto com isso, tente abordar assuntos com seu filho que sejam de interesse dele e aos poucos inclua informações tiradas de livros, por exemplo. Dessa forma, ele vai compreender que há um universo amplo de informações a serem descobertas nas páginas de uma obra.

Deixe que eles escolham

Para deixá-los ainda mais à vontade com essa experiência, mostre que eles são livres para escolher o gênero, o autor e a obra que bem entenderem, baseados nos seus gostos e interesses. É fundamental que os pais não queiram impor um tipo de leitura a eles, pois isso vai de encontro ao que citamos no item anterior sobre não poder ser algo imposto ou obrigatório.

Dessa forma, incentive que os adolescentes expressem as suas vontades e criem a rotina de leitura deles lendo coisas que são do interesse de cada um. Com o tempo, os pais e a escola podem sugerir outros tipos de livros, mas não devem nunca menosprezar ou não dar importância à opinião dos jovens.

Incentive a leitura de e-books

Os adolescentes estão sempre conectados à internet, e dificilmente você vai encontrar por aí algum sem um celular ou tablet por perto. Se o seu filho é um desses que adora tecnologia, apresente a ele os livros digitais.

Hoje em dia é fácil encontrar obras que existem também na versão virtual, que pode ser mais atrativa para seus filhos. Portanto, mostre a eles essa possibilidade de unir a tecnologia a uma prática intelectual tão importante.

Dê o exemplo

Os filhos enxergam os pais como exemplos a serem seguidos, é por isso que muitas características e costumes se estendem por gerações e gerações. Sendo assim, é interessante que os adolescentes vejam nos pais pessoas acostumadas com a leitura e que incentivam essa prática.

Aproveite os momentos de lazer para falar sobre o assunto. Em uma visita a um parque ou a uma praia, por exemplo, tenha um livro por perto, pois isso cria a sensação de que os livros são companheiros para qualquer momento e estreita a sua relação com os jovens.

Conclusão

A leitura deve ser prazerosa e despertar a curiosidade dos adolescentes, mas para conseguir fazer com que eles tenham esse sentimento, não é preciso travar uma batalha contra os os hobbies e interesses que eles já possuem. É necessário entender que cada um tem um tempo de aprendizagem e que é possível unir diferentes preferências em uma única atividade.

Que tal conferir outros textos sobre a educação dos seus filhos? Acesse o blog do COC e fique por dentro das novidades!

6 cuidados que seu filho deve ter no início do ano letivo

5 dicas para ajudar os pais na retomada das aulas presenciais