O estereótipo de adolescentes rebeldes e sempre irritados pode levar os pais a acreditarem que seu filho esteja passando apenas por uma fase comum a todos os jovens. Mas, algumas vezes, esse pensamento pode estar equivocado, já que essas características também podem estar presentes em pessoas com depressão.

A depressão é uma doença crônica que afeta 11,5 milhões de brasileiros e faz o país ocupar a primeira posição de casos na América Latina. Existem alguns sintomas típicos dessa doença, mas antes de tomar qualquer decisão, sempre obtenha ajuda profissional. Para que você consiga identificar desde cedo essa doença por vezes silenciosa, não deixe de se atentar aos sinais abaixo. Confira:

Quais são os principais sintomas de uma pessoa com depressão?

Apatia

Talvez a forma mais simples de identificar um quadro depressivo em um adolescente seja a apatia. Ela se manifesta na perda de interesse da pessoa pelas atividades que antes considerava prazerosas, na vontade de se isolar e evitar sair de casa. Mesmo assim, esse jovem pode passar horas seguidas no celular ou em outros aparelhos, tentando se distrair para justamente esquecer o que sente.

Problemas na hora de dormir

Se o seu filho apresentar dificuldade na hora de dormir, seja dormindo demais ou dormindo pouco, e até mesmo acordando durante a madrugada, fique atento. O ponto é observar se houve alguma mudança nos hábitos de sono do seu filho, que pode ser visível pelo cansaço, uma reclamação ou até mesmo alterações do humor.

Mudança nos hábitos alimentares

Observe se os hábitos alimentares do jovem mudaram drasticamente. Se ele ganhou ou perdeu peso em um curto espaço de tempo, sem explicação aparente, provavelmente pode estar passando por um quadro depressivo e precisa de ajuda.

Expressão de pensamentos negativos

Em um estado depressivo, seu filho pode demonstrar insatisfação consigo mesmo, seja no âmbito pessoal ou escolar. Os comentários acerca de si mesmo serão muitas vezes negativos, apontando sua insuficiência, sua incapacidade ser um bom amigo, filho e aluno, sempre desmerecendo suas conquistas.

Linguagem corporal retraída

A pessoa depressiva procura não chamar a atenção para si mesmo e sua linguagem corporal entrega seu desejo de não ser notada. Então verifique se seu filho está evitando olhar nos olhos, caminha de cabeça abaixada ou evita sair de casa.

Desempenho escolar ruim

Se seu filho sofreu uma mudança drástica no desempenho escolar, veja se ele não está se sentindo esgotado emocionalmente e tendo problemas para estudar, gastando mais ou menos tempo do que antes. Isso pode significar que ele não consegue mais se concentrar nas tarefas pelo cansaço mental que a depressão causa.

O que fazer?

Para ajudar seu filho, converse com ele e deixe-o saber que você o estará apoiando sempre. Esclareça que ele pode desabafar com você e ouça-o sem julgá-lo. Também ofereça ajuda com um psicólogo, caso ele mesmo queira ou sinta que precisa de ajuda profissional para lidar com essa doença. Para ajudar ainda mais seu filho a passar por essa situação, não deixe de conferir nosso post com 5 dicas para estimular a autoestima dos seus filhos.

Aqui estudar é poder!

O COC se preocupa com o desenvolvimento dos seus filhos. Aqui estudar é poder realizar! Acompanhe as notícias em nosso blog e aproveite todos os benefícios que o sistema COC de ensino pode trazer para a sua família. Saiba mais aqui!