É natural que a família procure oferecer apoio aos filhos nas mais diversas fases da vida. E na época do vestibular, isso não é diferente. Porém, esse período é bastante delicado e, por vezes, a vontade de ajudar pode levar os pais a atitudes que nem sempre são benéficas, e que acabam atrapalhando os estudos dos filhos, mesmo sem que percebam. Nos itens abaixo, nós listamos alguns desses comportamentos e damos dicas para evitá-los. Vamos lá?

Querer influenciar demais na escolha da profissão

Geralmente, os pais exercem um papel importante na escolha da profissão dos filhos, como relatando experiências pessoais e, assim, orientando essa decisão. Porém, o problema pode surgir quando esse assunto é tratado como uma cobrança, já que a fase de vestibulares por si só já é de bastante indecisão e novas descobertas. Nesse momento, o ideal é ajudar o seu filho a pesquisar sobre a área de interesse dele e expandir os seus conhecimentos sobre o mercado de trabalho. O importante é acolhê-lo e deixá-lo livre para escolher o próprio futuro.

Fazer comparações

Frases que comparam o desempenho dos estudantes, como “Fulano passou na faculdade direto do terceiro ano”, podem para gerar insegurança. Embora seja muito importante apresentar histórias de sucesso, principalmente quando tratam de relatos pessoais, o discurso não deve se transformar em um conflito, cujo intuito é colocar ainda mais pressão na cabeça do jovem.

Cobrar demais

Falar das provas o tempo todo, cobrar uma carga muito grande de estudos e exigir notas são demandas que não costumam fazer bem ao vestibulando. De fato, os pais precisam participar ativamente do período pré-vestibular; porém, é preciso ter cuidado para não transformar todo esse interesse em uma cobrança exagerada. Lembre-se de que um bom desempenho nos estudos depende também da organização e de uma mente tranquila. O aplicativo COACH COC pode ajudá-lo nesse momento, já que oferece dicas de meditação, nutrição, exercícios e de estudo.

Cobrar de menos

Da mesma maneira que ficar sempre “em cima” do vestibulando não é muito indicado, deixá-lo sozinho demais também pode ser prejudicial. Os jovens precisam sentir que os pais estão por perto, sobretudo para oferecer confiança e apoio. O fundamental é encontrar um equilíbrio nas atitudes parentais, demonstrando uma certa preocupação e um certo cuidado, mas, ao mesmo tempo, não transformando o discurso em sermão.

Tratar o vestibular como uma chance única

É natural que os pais queiram que seus filhos passem no vestibular, ainda mais logo no primeiro ano de preparação. Por isso, algumas vezes depositam neles uma carga de responsabilidade muito grande, como se houvesse apenas essa chance de ir bem nas provas. É muito importante motivar o estudante já nos primeiros exames prestados, mas deixe sempre claro que ele pode tentar de novo no próximo ano!

Da mesma maneira que o período pré-vestibular é complicado para os estudantes, também pode não ser nada fácil para os pais! É preciso ter bastante cautela e agir com cuidado, para que suas atitudes não interfiram na concentração do seu filho para as provas. Pensando em te ajudar, nós separamos outros conteúdos sobre o assunto, confira:

7 sentimentos que todo pai de vestibulando tem

Como ajudar seu filho a superar dificuldades?

Conheça o Coach COC e organize seus estudos!

O aplicativo Coach COC é o seu novo parceiro para os estudos! Ele vai te ajudar a organizar a sua rotina e planejar seu dia a dia. Acesse a página do app e baixe agora mesmo!